Salles também propaga fake news sobre “petróleo venezuelano”

Seguindo o exemplo de Jair Bolsonaro, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também propagou em suas redes fake news a respeito do derramamento de óleo nas praias do Nordeste, acusando a Venezuela pelo crime ambiental. Ao contrário do que diz Salles, as maiores suspeitas recaem sobre a Shell

(Foto: Reuters/Palácio do Planalto)

247 - O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, propagou em suas redes fake news a respeito do derramamento de óleo nas praias do Nordeste, acusando a Venezuela pelo crime ambiental. Ao contrário do que diz Salles, as maiores suspeitas recaem sobre a Shell.  

Ele segue o exemplo de Jair Bolsonaro, que também fez uma postagem com a mesma linha de ataques à Venezuela. 

Ele também criticou a ação da Ong Greenpeace que protestou em frente ao Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (23), contra a omissão do governo no combate ao destastre ambiental que assola a costa litorânea do Nordeste. Veja aqui

"Nao bastasse não ajudar na limpeza do petróleo venezuelano nas praias do Nordeste, os ecoterroristas ainda depredam patrimônio público", disse Salles. 

Veja sua postagem: 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247