“Se Queiroz falar o que sabe da família Bolsonaro derruba o governo”, diz Boulos

"Com 1 ano de atraso, MP realiza operação contra Queiroz. Ele havia se queixado num áudio recente de ter sido abandonado. Se Queiroz falar o que sabe da família Bolsonaro derruba o governo", disse o líder do MTST, Guilherme Boulos, sobre a operação do Ministério Pùblico do Rio de Janeiro que tem como alvo o ex-assessor do atual senador Flávio Bolsonaro

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) entrevista o candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos. Ele é o quarto a participar da série de entrevistas da EBC com presidenciáveis.
A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) entrevista o candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos. Ele é o quarto a participar da série de entrevistas da EBC com presidenciáveis. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, usou o Twitter para comentar a operação do Ministério Pùblico do Rio de Janeiro, deflagrada nesta quarta-feira (18), contra o ex-motorista e ex-assessor do então deputado estadual e atual senador Flávio Bolsonaro.

“Com 1 ano de atraso, MP realiza operação contra Queiroz. Ele havia se queixado num áudio recente de ter sido abandonado. Se Queiroz falar o que sabe da família Bolsonaro derruba o governo", postou Boulos na rede social. 

Operação desta manhã cumpriu  mandados de busca e apreensão em endereços de ex-assessores do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) seus familiares e também parentes de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro.

Confira a postagem de Guilherme Boulos sobre o assunto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247