Secretária de Assuntos Fundiários diz que índios não foram os primeiros habitantes do Brasil

De acordo com o colunista Lauro Jardim, a secretária-adjunta de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, a advogada Luana Figueiredo, sustenta a tese de que os índios não foram os primeiros habitantes do Brasil

Secretária de Assuntos Fundiários diz que índios não foram os primeiros habitantes do Brasil
Secretária de Assuntos Fundiários diz que índios não foram os primeiros habitantes do Brasil
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Nova secretária-adjunta de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, a advogada Luana Figueiredo, defende a tese de que os índios não foram os primeiros habitantes do Brasil.

Segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim do O Globo, Luana se apresenta como "amiga" da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e não poupa críticas nas políticas de demarcação de terras.

"Em artigos publicados nos últimos anos, Luana sustenta que os índios não foram os primeiros habitantes do Brasil, desce a borduna nas políticas de demarcação de terras e diz que os índios do Mato Grosso do Sul estão obesos, com pressão alta e diabetes, doenças estranhas aos indígenas", afirma Lauro Jardim.

Nas redes sociais, a tese foi alvo de muitas críticas e também de piada. "Sim. Os primeiros foram os dinossauros, que voltaram e hoje ocupam o Planalto", ironizou um internauta.

PUBLICIDADE

Luana é conhecida pela sua atuação na defesa de proprietários de terras envolvidas em impasses fundiários. Sua tese é de que áreas "há décadas" em posse de particulares "não podem ser desconstruídas por uma tese romântica de que existe ligação tradicional daquele grupo na área".

"A tradicionalidade se perde no momento em que décadas se passaram sem nenhuma reivindicação", diz.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email