Secretários de Saúde criticam Teich por não oferecer respostas à pandemia do novo coronavírus

Segundo os secretários de saúde estaduuais, o ministro Nelson Teich ainda insiste em dizer que é preciso discutir a pandemia internamente, avaliar e conhecer dados, sem oferecer respostas concretas aos estados e municípios

Ministro diz que é preciso aguardar para saber se recorde de mortes por Covid-19 é tendência ou dado represado
Ministro diz que é preciso aguardar para saber se recorde de mortes por Covid-19 é tendência ou dado represado (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Nelson Teich, ainda não deu nenhuma resposta efetiva para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, apesar de estar no cargo há quase um mês. A conclusão é de secretários estaduais de saúde após uma reunião realizada nesta semana para discutir a possibilidade do ministério remunerar, por meio de recursos do SUS, os leitos destinados para atender pacientes da Covid-19 nos hospitais de campanha. 

Segundo reportagem do jornal O Globo, Teich ainda insiste em dizer que é preciso discutir a pandemia internamente, avaliar, conhecer dados, sem oferecer respostas concretas aos estados e municípios. 

Nesta linha, Teich cedeu à pressão do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e assentiu em fazer uma campanha sobre prevenção ao coronavírus e a necessidade do distanciamento social além de ter anunciado que até o segundo semestre o governo federal deverá adquirir46 milhões de testes para a Covid-19. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247