Sem citar Bolsonaro, Rosa Weber discursa a favor da democracia e fala em "mares revoltos"

Na abertura da sessão que retoma o julgamento do marco temporal sobre terras indígenas, Weber, sem citar Jair Bolsonaro, pediu "mútua compreensão das diferenças" e o respeito de direitos das minorias

Rosa Weber
Rosa Weber (Foto: Rosinei Coutinho /SCO/STF)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), fez um pronunciamento nesta quarta-feira (15) para marcar o Dia Internacional da Democracia. Na abertura da sessão que retoma o julgamento do marco temporal sobre terras indígenas, Weber, sem citar Jair Bolsonaro, pediu "mútua compreensão das diferenças" e o respeito de direitos das minorias. 

De acordo com a ministra, o pronunciamento se fez necessário "considerando em especial os mares revoltos em que temos navegado". Para ela, a democracia "não se resume a escolhas periódicas" de governantes por meio das eleições, mas também "exercício constante de diálogo e de tolerância". 

"Enfatizo que a democracia não se resume a escolhas periódicas, por voto secreto e livre, de governantes. Democracia é também exercício constante de diálogo e de tolerância. De mútua compreensão das diferenças. De sopesamento pacífico de ideias distintas, até mesmo antagônicas", prosseguiu Weber.

PUBLICIDADE

A vontade da maioria é legítima, mas não deve "suprimir ou abafar a opinião dos grupos minoritários, muito menos tolher ou comprometer-lhes os direitos constitucionais assegurados", afirmou a ministra do STF. (Com informações do UOL).

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email