Senado aprova MP que libera R$ 420 mi para combater Aedes Aegypti

O plenário do Senado aprovou nesta quarta (6) a Medida Provisória (MP) 716/16, que destina R$ 420 milhões do orçamento federal para ações de combate à microcefalia e ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e febre chikungunya; a MP foi editada pela presidente Dilma Rousseff e aprovada hoje com apoio do interino, Michel Temer

O plenário do Senado aprovou nesta quarta (6) a Medida Provisória (MP) 716/16, que destina R$ 420 milhões do orçamento federal para ações de combate à microcefalia e ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e febre chikungunya; a MP foi editada pela presidente Dilma Rousseff e aprovada hoje com apoio do interino, Michel Temer
O plenário do Senado aprovou nesta quarta (6) a Medida Provisória (MP) 716/16, que destina R$ 420 milhões do orçamento federal para ações de combate à microcefalia e ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e febre chikungunya; a MP foi editada pela presidente Dilma Rousseff e aprovada hoje com apoio do interino, Michel Temer (Foto: Valter Lima)

Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

O plenário do Senado aprovou hoje (6) a Medida Provisória (MP) 716/16, que destina R$ 420 milhões do orçamento federal para ações de combate à microcefalia e ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e febre chikungunya.

Desse total, R$ 300 milhões são direcionados à compra de repelentes para grávidas beneficiárias do Programa Bolsa Família. A MP foi editada pela presidenta afastada Dilma Rousseff e aprovada hoje com apoio do presidente interino, Michel Temer.

Como o texto da MP foi aprovado sem alterações na Câmara nem no Senado segue para promulgação sem necessidade de sanção presidencial.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247