Senado deve votar nesta terça-feira (25) proposta que torna o Fundeb permanente

Senado deve votar os dois turnos da PEC que aumenta a participação de recursos financeiros da União de 10% para 23% no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e o torna permanente. O Fundeb financia 40% da educação básica da rede pública no país

Sessão Deliberativa Remota (SDR) do Senado Federal realizada a partir da sala de controle da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen).
Sessão Deliberativa Remota (SDR) do Senado Federal realizada a partir da sala de controle da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen). (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasil de Fato - O plenário do Senado Federal deve votar nesta terça-feira (25) os dois turnos da proposta de emenda à Constituição (PEC) que aumenta a participação de recursos financeiros da União de 10% para 23% no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e o torna permanente.

A expectativa é que o texto aprovado pela Câmara dos Deputados, em julho, também seja aprovado pelos senadores sem alterações e por unanimidade. Nas redes sociais, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que “garantir recursos para a educação pública do país é uma das maiores prioridades de todos nós, senadores" e que adiou a votação para esta terça,  "para garantir, acima de tudo, a sua aprovação”.

Manuela d'Ávila, ex-candidata à vice-presidente da República pelo Partido dos Trabalhadores, também defendeu a aprovação do texto. “Só em 2020, Porto Alegre recebeu desse fundo mais de R$ 367 milhões para investir na educação. Nós precisamos aprovar o Fundeb para garantir educação pública e vagas em creches na nossa cidade”, afirmou em sua conta no Twitter.

O ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), também afirmou, em suas redes sociais, que o “Fundeb é imprescindível para educação. Sou a favor do texto que veio da Câmara pela constitucionalização e o aumento gradual dos repasses. Mais de 80% dos alunos da educação básica são da rede pública, bancada com esses recursos”.

O Fundeb financia 40% da educação básica da rede pública no país, abrangendo desde as creches até o ensino médio e a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247