Senado quer que Salles explique multas aplicadas pelo Ibama

Foram solicitadas todas as multas lançadas, pagas e judicializadas entre 2015 e 2020, com foco no Pantanal e na Amazônia

Ricardo Salles durante entrevista no Palácio do Planalto 9/9/2020
Ricardo Salles durante entrevista no Palácio do Planalto 9/9/2020 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Senado quer que o ministro Ricardo Salles explique as multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nos últimos cinco anos. O foco são as penalizações aplicadas contra queimadas e desmatamento ilegal.

No requerimento aprovado na manhã desta sexta-feira (2) pela comissão especial do Senado que acompanha as ações no Pantanal e região amazônica, os parlamentares deram 30 dias para encaminhar as informações ao colegiado. Caso o detalhamento não seja fornecido, o ministro pode responder por crime de responsabilidade.

O pedido foi apresentado pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), que disse que os parlamentares tentaram acessar as informações no site do Ibama e do Ministério do Meio Ambiente, mas não encontraram. Para ela, isso demonstra falta de transparência, o que dificulta o monitoramento das ações dos órgãos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247