Senador tucano defende ida do PSDB ao divã

O senador tucano Ricardo Ferraço (PSDB-ES) defendeu que o PSDB faça uma análise: "Precisamos sentar num divã e fazer 'mea culpa' de nossos erros", afirma; ele afirma que o PSDB romperá com o governo "mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade. Entregar cargos não significa se opor aos interesses brasileiros"

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária. Em discurso, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES). Foto: Ana Volpe/Agência Senado
Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária. Em discurso, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES). Foto: Ana Volpe/Agência Senado (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O senador tucano Ricardo Ferraço (PSDB-ES) disse que PSDB precisa fazer análise.

"Precisamos sentar num divã e fazer 'mea culpa' de nossos erros", afirma.

Ele que o PSDB romperá com o governo "mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade. Entregar cargos não significa se opor aos interesses brasileiros"

E uma corrente do PSDB tentará convencer Aécio Neves (PSDB-MG) a convocar eleições gerais no partido, deixando de vez a presidência. Isso evitaria a contradição de sair do governo Temer por ele ser acusado de corrupção e de manter um acusado de crimes assemelhados no comando tucano.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247