Sensacionalista: Trump promove justiça social e agora nem patrão nem empregada podem ir à Disney

Depois de Paulo Guedes dizer que as empregadas estavam indo para a Disney, agora nenhum brasileiro pode entrar nos Estados Unidos

Presidente Jair Bolsonaro recebe camisa da seleção de futebol dos EUA do presidente norte-americano, Donald Trump, na Casa Branca
Presidente Jair Bolsonaro recebe camisa da seleção de futebol dos EUA do presidente norte-americano, Donald Trump, na Casa Branca (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O site satírico Sensacionalista resumiu a tragédia brasileira: Trump promove justiça social e agora nem patrão nem empregada podem ir à Disney. A piada tem também um sabor amargo para os brasileiros que apoiaram o golpe de 2016, porque queriam dólar barato e o direito de voltar a viajar para a Disney. Detalhe: naquela época, o dólar era cotado a R$ 3,20 e hoje se aproxima de R$ 6,00. Não bastasse isso, Trump proibiu todos os voos procedentes do Brasil, em razão do descalabro sanitário do Brasil, que não tem ministro da Saúde, militarizou a pasta e tem um presidente que promove aglomerações todos os fins de semana. Confira, abaixo, alguns posts do Sensacionalista:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247