Sérgio Machado só devolveu 2% do dinheiro prometido na delação

Ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado (PMDB), que gravou a conversa com o senador Romero Jucá, na qual Jucá defende um "amplo acordo, com o Supremo, com tudo" para "estancar a sangria" da operação Lava Jato, não devolveu praticamente nada do dinheiro oriundo de propina que tinha se comprometido; segundo o colunista Gabriel Mascarenhas, do Radar OnLine, no acordo que fez com a Procuradoria Geral da República, Sérgio Machado se comprometeu a devolver R$ 75 milhões aos cofres públicos. Até agora, só devolveu dois milhões

Presidente da Transpetro, Sergio Machado, durante o discurso na cerimônia de lançamento do navio Oscar Niemeyer
Presidente da Transpetro, Sergio Machado, durante o discurso na cerimônia de lançamento do navio Oscar Niemeyer (Foto: Aquiles Lins)

247 - O ex-senador e ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado (PMDB), está em débito com a Procuradoria Geral da República. O homem que gravou a conversa com o senador Romero Jucá, na qual Jucá defende um "amplo acordo, com o Supremo, com tudo" para "estancar a sangria" da operação Lava Jato, não devolveu praticamente nada do dinheiro oriundo de propina que tinha se comprometido. 

Segundo o colunista Gabriel Mascarenhas, do Radar OnLine, no acordo que fez com a PGR, Sérgio Machado se comprometeu a devolver R$ 75 milhões aos cofres públicos. Até agora, só devolveu dois milhões.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247