Silveira diz que faria novo vídeo de ataques contra o STF, mas “sem palavrão”

Preso pelo Spremo Tribunal Federal após ameaçar ministros da Corte, o deputado bolsonarista Daniel Silveira declarou em audiência no Conselho de Ética da Câmara que publicaria um novo vídeo apensas não usaria “palavrões”

(Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado bolsonarista Daniel Silveira, preso pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após ameaçar ministros da Corte, declarou em audiência no Conselho de Ética da Câmara que publicaria um novo vídeo “de protesto” ao STF, como aquele que levou à sua prisão, apensas não usaria “palavrões” na gravação.

“É muito complicado. Não tem como prever. Posso dizer, sim, no momento, pode ser que eu revisse alguns adjetivos que utilizei. Naquele momento que estava ali, bem passional, falei o que o coração sentia. Acredito que usaria outros adjetivos, retiraria os palavrões”, afirmou Silveira ao ser questionado pelo relator do caso, o deputado Fernando Rodolfo (PL-PE).

Silveira classifica de “um absurdo” sua prisão por ordem do ministro Alexandre de Moraes. "O senhor acredita no fortalecimento das instituições? ", questionou o relator.

“Acredito no fortalecimento das instituições, mas… Mas! O que representa uma democracia é o povo. Acredito no fortalecimento das instituições desde que elas representem o sentimento do povo”, disse Silveira.

"O Supremo merece respeito?", perguntou o deputado. “O Supremo é uma coisa. Indivíduos que ocupam cadeiras são outras… Merece o respeito, sim. Mas também merece a crítica”, disse Silveira dizendo que as decisões do Supremo podem fazer com que ele se sinta “um pouco afrontado”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email