Sindicato pede indenização de R$ 200 mil à JBS por funcionários com covid-19

O valor é a soma das compensações devidas a cada trabalhador infectado pelo novo coronavírus mais R$ 100 mil para quem tenha sido exposto ao vírus no ambiente de trabalho

Logo da JBS é visto em unidade na cidade de Jundiaí­.
Logo da JBS é visto em unidade na cidade de Jundiaí­. (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação  da cidade de Dourados (MS) pede indenização de R$ 200 mil na Justiça do Trabalho, devido ao fato de que trabalhadores do frigorífico da JBS terem contraído o novo coronavírus no local.  Sos 4.300 funcionários da unidade de Dourados, 1.075 contraíram o vírus

Segundo o portal 360, o valor é a soma das compensações devidas a cada trabalhador infectado pelo novo coronavírus mais R$ 100 mil para quem tenha sido exposto ao vírus no ambiente de trabalho.

O sindicato diz ainda que os funcionários querem também a implementação de medidas de prevenção ao contágio. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247