Sindicatos preparam ato mundial contra assédio nas redes de fast-food

McDonald’s foi denunciado formalmente neste ano à OCDE por ser campeã em casos de assédio sexual e de racismo em unidades de vários países do mundo

(Foto: CUT)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Dia 17 de novembro ocorrerá o Dia Global de Ação do Fast Food de 2020. É um ato articulado mundialmente para conscientização de trabalhadores contra discriminação racial e assédios moral e sexual em redes de fast-food.

Hoje (09/11), a partir das 15H30, no McDonald’s situado na esquina da Avenidas Rebouças com a Henrique Schaumann, em São Paulo, sindicatos ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a União Geral dos Trabalhadores (UGT) fazem panfletagem, distribuindo materiais aos jovens trabalhadores daquele fast-food.

A loja do McDonalds na esquina da Rebouças com a Henrique Schaummann foi escolhida para a abertura das mobilizações por ser uma das maiores da capital paulista.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247