Singer: 'Cerco a Lula desequilibra o jogo'

Cientista político André Singer analisa que a exposição de Lula em TV num depoimento pode dar um freio momentâneo em sua escalada de crescimento nas pesquisas de intenção de voto, o que, automaticamente, deve fazer ascender seus possíveis adversários em 2018, como o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que aparece em segundo lugar nas amostragens

André Singer
André Singer (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "O duelo de Curitiba, em si, acabou numa espécie de empate sem gols. O juiz teve a habilidade de apresentar uma faceta neutra, escondendo as próprias convicções sob a capa de perguntas objetivas. Lula, por sua vez, decidiu concentrar a agressividade no Ministério Público. Ambos devem ter entendido que o confronto aberto os prejudicaria perante a opinião pública. Do ponto de vista do processo, contudo, o zero a zero era melhor para Lula, pois cabe à acusação o ônus da prova", escreve o cientista político André Singer em artigo no jornal Folha de São Paulo.

Singer analisa que a exposição de Lula em TV num depoimento pode dar um freio momentâneo em sua escalada de crescimento nas pesquisas de intenção de voto, o que, automaticamente, deve fazer ascender seus possíveis adversários em 2018, como o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que aparece em segundo lugar nas amostragens. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email