Solnik: ao dizer que patrão sofre, Bolsonaro deveria ser humorista

Em mais uma defesa da flexibilização das leis trabalhistas, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que, mesmo após a reforma da CLT, continua sendo difícil ser patrão no Brasil; para o jornalista Alex Solnik, a fala de Bolsonaro soa como uma piada de mau gosto; "Ele poderia ser personagem de um quadro humorístico, talvez no programa zorra total", ironiza

Solnik: ao dizer que patrão sofre, Bolsonaro deveria ser humorista
Solnik: ao dizer que patrão sofre, Bolsonaro deveria ser humorista

247 - O julgamento do habeas Corpus de Lula no STF, as repercussões do fim do ministério do Trabalho e as declarações infelizes de Bolsonaro foram alguns dos destaques do programa Boa Noite 247 desta terça-feira (4).

Em mais uma defesa da flexibilização das leis trabalhistas, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que, mesmo após a reforma da CLT, continua sendo difícil ser patrão no Brasil.

Para o jornalista Alex Solnik, a fala de Bolsonaro soa como uma piada. "Ele poderia ser personagem de um quadro humorístico, talvez o programa zorra total", ironiza.

O jornalista Paulo Moreira Leite aponta que Bolsonro quer transformar os patrões em coitadinhos. "Definitivamente,no Brasil, patrão não é coitado", enfatiza. 

Assista a íntegra do programa Boa Noite 247

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247