Solnik: aumentar salário de quem já ganha 30 mil é crime

O jornalista Alex Solnik condena o aumento concedido ao judiciário, que terá um impacto de R$ 6,9 bilhões de reais no orçamento; "Aumentar salário para quem já ganha 30 mil reais é um crime, o aumento deveria ser seletivo, a desigualdade social aumenta ainda mais", afirma o jornalista; assista a íntegra do programa Boa Noite 247

Solnik: aumentar salário de quem já ganha 30 mil é crime
Solnik: aumentar salário de quem já ganha 30 mil é crime

TV 247  - O programa Boa Noite 247 desta quarta-feira (29) destacou a posição do Conselho Nacional de Direitos Humanos em chancelar a decisão da ONU, que indica que Lula tenha seus direitos políticos garantidos, a ação da rede Lojas Americanas que vende em seu site camisas pró-Bolsonaro e anti-Lula, além do reajuste do judiciário. 

O jornalista Alex Solnik afirma que em nada a ONU diz sobre a liberdade de Lula, mas que a organização internacional reitera que Lula tenha sua candidatura mantida. "Os brasileiros estão percebendo que este é o caminho correto", observa. 

As Lojas Americanas colocaram à venda em seu site diversas camisas de ofensas a Lula e enaltecendo Bolsonaro. 

"Tem camisas que exploram a questão do dedo de Lula, isso é uma vergonha", condena o jornalista Paulo Moreira Leite. 

O governo Temer liberou um aumento de salário para o judiciário que terá um impacto de 6,9 bilhões no orçamento. 

Solnik condena a ação. "Aumentar salário para quem já ganha 30 mil reais é um crime", afirma.

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Boa Noite 247

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247