Stédile convoca reação em defesa de Lula e contra a Globo: a "mãe do golpe"

"Estamos assistindo a mais uma etapa do golpe", diz João Pedro Stédile, líder do MST; "Lula representa os interesses do povo, mas pela mão insana da ministra Rosa Weber e do seu Fachin selaram a condenação injusta do presidente Lula, sem nenhuma prova de que ele tenha cometido um crime"; Stédile também promete reação; "Nós o que faremos? Ficaremos de braços cruzados? Conclamamos a todos que moram em São Paulo. Vamos todos a São Bernardo. Vamos a São Bernardo para mostrar que querem prender a classe trabalhadora"; Stédile também defendeu vigílias na Rede Globo, que "é a mãe deste golpe"

21/08/2015 - PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - entrevista com João Pedro Stédile e congresso da CUT. Foto: Guilherme Santos/Sul21
21/08/2015 - PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - entrevista com João Pedro Stédile e congresso da CUT. Foto: Guilherme Santos/Sul21 (Foto: Leonardo Attuch)

247 – "Estamos assistindo a mais uma etapa do golpe", diz João Pedro Stédile, líder do MST. "Lula representa os interesses do povo, mas pela mão insana da ministra Rosa Weber e do seu Fachin selaram a condenação injusta do presidente Lula, sem nenhuma prova de que ele tenha cometido um crime".

"Nós o que faremos? Ficaremos de braços cruzados? Conclamamos a todos que moram em São Paulo. Vamos todos a São Bernardo. Vamos a São Bernardo para mostrar que querem prender a classe trabalhadora".

Stédile também defendeu vigílias na Rede Globo, que "é a mãe deste golpe".

Inscreva-se na TV 247 e confira o vídeo:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247