STF condena ex-senador Valdir Raupp a sete anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Raupp foi acusado de receber vantagens indevidas e cumprirá pena em regime semiaberto

Valdir Raupp
Valdir Raupp (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira (10) o ex-senador Valdir Raupp a sete anos e seis meses de reclusão, inicialmente em regime semiaberto, pela prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Os magistrados julgaram denúncia que apontava o recebimento de vantagens indevidas por Raupp para o PMDB de Rondônia pela manutenção de Paulo Roberto Costa na diretoria de abastecimento da Petrobras.

A PGR aponta que o ex-senador recebeu a quantia de R$ 500 mil para sua campanha em 2010. O valor, de acordo com a PGR, teria origem em esquema estabelecido na Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247