STJ derruba perseguição do governo Bolsonaro e restabelece aposentadoria de Gabrielli

O STJ atendeu pedido apresentado pelo ex-presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli, e derrubou a medida do governo Jair Bolsonaro que cassava a aposentadoria dele como professor universitário. Gabrielli classificou a medida de Boslonaro como "perseguição política"

Sérgio Gabrielli
Sérgio Gabrielli (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, concedeu liminar restabelecendo a aposentadoria do ex-presidente da Petrobrás Sérgio Gabrielli.

Por meio da Controladoria-Geral da União (CGU), o governo Jair Bolsonaro cassou a aposentadoria, em um processo administrativo disciplinar que foi classificado como "perseguição política" por Gabrielle.

A decisão do STJ atendeu ao pedido de liminar apresentado pelo ex-presidente da estatal, que argumentou que a aposentadoria como professor universitário – cargo público provido por concurso – não poderia ter sido cassada em razão de supostos atos cometidos como presidente de estatal, cujo regime jurídico (relação de emprego) é diferente do adotado para os servidores públicos submetidos à Lei 8.112/1990.

“A pena de cassação de aposentadoria tem rigor maior do que a própria demissão, já que esta não impede o servidor de exercer outra atividade funcional nem de utilizar, no cálculo para efeitos de aposentadoria, o tempo que contribuiu para a previdência enquanto estava no cargo do qual foi demitido”, escreveu o ministro Noronha.

A decisão é liminar e o caso deve ainda ser analisado pelo pleno do  tribunal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247