STJ nega pedido de Lula sobre suspeição de Moro

Recurso impetrado em setembro pela defesa do ex-presidente Lula pedindo a suspeição do juiz federal Sérgio Moro nos processos contra ele no âmbito da Lava Jato foi negado, por unanimidade, pela Quinta Turma do STJ; na petição negada pelo STJ, a defesa apontou "procedimentos e decisões que violariam a imparcialidade requerida a Moro para a condução dos inquéritos"

Recurso impetrado em setembro pela defesa do ex-presidente Lula pedindo a suspeição do juiz federal Sérgio Moro nos processos contra ele no âmbito da Lava Jato foi negado, por unanimidade, pela Quinta Turma do STJ; na petição negada pelo STJ, a defesa apontou "procedimentos e decisões que violariam a imparcialidade requerida a Moro para a condução dos inquéritos"
Recurso impetrado em setembro pela defesa do ex-presidente Lula pedindo a suspeição do juiz federal Sérgio Moro nos processos contra ele no âmbito da Lava Jato foi negado, por unanimidade, pela Quinta Turma do STJ; na petição negada pelo STJ, a defesa apontou "procedimentos e decisões que violariam a imparcialidade requerida a Moro para a condução dos inquéritos" (Foto: Paulo Emílio)

247 - O recurso impetrado em setembro pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo a suspeição do juiz federal Sérgio Moro nos processos contra ele no âmbito da Lava Jato foi negado, por unanimidade, pela Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) já havia negado pedido semelhante no processo referente ao tríplex do Guarujá, no qual Moro condenou Lula a 9,6 anos de prisão, em julho.

Na petição negada pelo STJ, a defesa apontou "procedimentos e decisões que violariam a imparcialidade requerida a Moro para a condução dos inquéritos".

Em setembro, a subprocuradora-geral da República Aurea Maria Etelvina Nogueira Lustosa Pierre, emitiu parecer apoiando o pedido feito pelos advogados de defesa do ex-presidente.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247