Stoppa: como oposição, esquerda poderá crescer e se unir

O apresentador Leonardo Stoppa deu o tom de resistência durante programa Léo ao Quadrado desta segunda-feira (29); em sua opinião, a luta contra as medidas "malignas" de Bolsonaro continua, projetando que a esquerda poderá crescer e se unir neste período de oposição à extrema-direita; "Temos que parar com esse divisionismo, buscando a unidade", defende; assista 

Stoppa: como oposição, esquerda poderá crescer e se unir
Stoppa: como oposição, esquerda poderá crescer e se unir

TV 247 - "Lutaremos em defesa da democracia e contra as ações malignas de Bolsonaro". Com essa frase, o apresentador Leonardo Stoppa deu o tom de resistência do programa Léo ao Quadrado desta segunda-feira (29). Em sua opinião, a luta continua, projetando que a esquerda poderá crescer e se unir neste período de oposição.

Citando as próximas ações de Bolsonaro como "malignas", Stoppa aponta uma possível invasão à Venezuela. "Tal fato é muito estratégico para Donald Trump, que usará soldados brasileiros para uma invasão no País vizinho, não terá que ameaçar a vida de nenhum soldado estadunidense", avalia. 

União

Stoppa acredita que o momento não é de enfrentamento a decisão das urnas. "Não é inteligente para a esquerda agora enfrentar os eleitores de Bolsonaro nas ruas, temos que ter calma. Os bolsonaristas irão cair na real nos próximos meses", defende. 

"É preciso unir a esquerda na perspectiva de um ideal nacionalista, sempre buscando apoiar-se em uma ideologia e não a políticos", argumenta o apresentador. 

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Léo ao Quadrado 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247