Subprocurador pede que TCU investigue gastos com passagens e diárias de Paulo Guedes

Para o subprocurador Lucas Furtado, os pagamentos efetuados ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que incluem passagens e diárias para o Rio de Janeiro, onde mora, são "altamente indecorosos” e ferem "o princípio da moralidade, independentemente de eventuais autorizações legais quanto às despesas em questão"

Subprocurador pede que TCU investigue gastos de Paulo Guedes.
Subprocurador pede que TCU investigue gastos de Paulo Guedes. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - O subprocurador Lucas Furtado encaminhou uma representação ao Tribunal de contas da União (TCU) pedindo que o órgão de controle “verifique possível irregularidade relacionada aos pagamentos de diárias e passagens aéreas” que foram utilizados pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. 

Na representação, Furtado destaca a reportagem do jornal Folha de S. Paulo que aponta que o ministro "recebeu dos cofres públicos até julho de 2019 diárias para dar expediente na cidade onde mora, no Rio de Janeiro, incluindo em datas sem compromisso na agenda", totalizando 60 viagens "bancadas com dinheiro público, sendo 38 ao Rio de Janeiro que teriam acontecido a partir de quinta-feira”. 

Segundo reportagem do blog do jornalista Lauro Jardim, Furtado destacou que os pagamentos efetuados são "altamente indecorosos” e ferem o "o princípio da moralidade, independentemente de eventuais autorizações legais quanto às despesas em questão”. 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247