Supremo dá sinais de que vai impor limites a Bolsonaro durante a pandemia do coronavírus

Membros da Suprema Corte estão dispostos a impedir ações autoritárias de Bolsonaro para relaxar as medidas de contenção ao avanço da pandemia de coronavírus no país

(Foto: Reuters | STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Supremo Tribunal Federal (STF) tem dado sinais de que não vai admitir que Jair Bolsonaro tome medidas que prejudiquem o controle que governadores, prefeitos, outras autoridades e a própria sociedade estão fazendo para conter a pandemia no Brasil. 

A maioria dos ministros está disposta a impedir movimentos do ocupante do Palácio do Planalto para afrouxar medidas contra o alastramento da Covid-19, informa o jornalista Matheus Teixeira na Folha de S.Paulo. 

Membros da Corte estão incomodados com as declarações de Bolsonaro contendo ameaças de relativizar a necessidade de isolamento social. 

Segundo a reportagem, esses ministros  têm conversado nos bastidores sobre como garantir uma atuação técnica do governo  no enfrentamento do surto de coronavírus. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email