"Tá na hora de ele aprender": Bolsonaro pediu a Bebianno que processasse Carlos, mostra vídeo

"Talvez tivesse sido um acerto ter seguido a orientação dele, processado o Carlos. Talvez, se ele tivesse tomado um susto, amadurecesse um pouco", conta o ex-ministro em vídeo gravado pouco antes de seu falecimento

Clã Bolsonaro e Gustavo Bebianno
Clã Bolsonaro e Gustavo Bebianno
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após um episódio de ataques a integrantes da equipe do governo federal por parte do vereador Carlos Bolsonaro, Jair Bolsonaro pediu ao ex-ministro, Gustavo Bebianno, seu aliado à época, que processasse Carlos, de acordo com Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Bolsonaro ainda prometeu colocar Bebianno como ministro da Justiça.

As revelações foram feitas pelo próprio ex-ministro Bebianno em vídeo divulgado por André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, articulador da campanha presidencial de Bolsonaro em 2018.

De acordo com André, o vídeo, divulgado no programa Flow Podcast, foi gravado seis dias antes da morte de Bebianno, em março de 2020.

"Me lembro de outra conversa [com o então candidato à presidência eleito em 2018]. Nesse dia, estávamos eu, ele [Jair Bolsonaro] e os deputados Julian Lemos, da Paraíba, que foi uma das pessoas que mais ajudou o Jair a chegar lá [no Planalto] --ele coordenou a campanha em todo o Nordeste. Estávamos nós três aqui. Num dia anterior, o Carlos [Bolsonaro] tinha irritado muito a todos nós por conta de ataques infundados, gratuitos, que ele tinha feito nas redes sociais em relação a uma série de pessoas, inclusive da equipe de comunicação, que trabalhavam muito aqui para que o projeto fosse bem sucedido. E o Carlos disparou a metralhadora giratória por conta de ciumeira. Nesse dia, o Jair virou pra mim e falou assim: 'Gustavo, processa ele! Processa ele!' E eu disse: 'Capitão, os seus filhos, não'. E ele disse: 'Mas o moleque tem que aprender. Tá na hora de ele aprender'", diz Bebianno na gravação. "Talvez tivesse sido um acerto ter seguido a orientação dele, processado o Carlos. Talvez, se ele tivesse tomado um susto, amadurecesse um pouco, porque ele não tem a mínima ideia do mal que ele faz às pessoas", complementa.

"Ele virou e falou: 'Gustavo, você está isso aqui pra se tornar o próximo ministro da Justiça. Só que você precisa alongar o seu pavio. Você tem um pavio muito curto, e no mundo político tem que ter muita tolerância. Não pode pisar no calo de um deputado federal, senador, porque um movimento errado desses pode abrir uma crise com final imprevisível para o governo. Eu confio em você'", conta também o ex-ministro.

Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email