Tabata: 'não há mais espaço para mim no PDT'

A deputada federal Tabata Amaral entrará com uma ação contra o PDT, junto à Justiça Eleitoral, reivindicando a “propriedade” de seu mandato. Os deputados Flávio Nogueira, Marlon Santos e Gil Cutrim a acompanham. Tábata afirmou que fará uma coletiva nesta terça para explicar as razões da medida. “Não há mais espaço para mim no PDT. Não há diálogo nenhum"

Tabata Amaral
Tabata Amaral (Foto: Will Shutter/ Câmara dos Deputados)

247 - A deputada federal Tabata Amaral entrará com uma ação contra o PDT, junto à Justiça Eleitoral, reivindicando a “propriedade” de seu mandato. Os deputados Flávio Nogueira, Marlon Santos e Gil Cutrim a acompanham. Tábata afirmou que fará uma coletiva nesta terça para explicar as razões da medida. “Não há mais espaço para mim no PDT. Não há diálogo nenhum."

Ela disse: "o PDT quando decidiu me suspender sem nenhum julgamento disse que teria um prazo de dois meses para me julgar. Já faz três meses. Passado esse tempo, estou suspensa sem poder atuar de uma forma 100% efetiva na Câmara."

A reportagem do site Metrópoles informa que "segundo a deputada, para poder participar da Comissão de Educação da Câmara, o PTB cedeu a ela uma vaga. Tabata Amaral foi suspensa pela direção nacional pedetista por ter votado a favor da reforma da Previdência na Casa.'

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247