Tardelli: no Mensalão, o mero saque de dinheiro levou deputado à prisão

O "mero saque de dinheiro" levou à condenação e prisão o então deputado e presidente da Câmara João Paulo Cunha, no processo conhecido como Mensalão; é o que lembra artigo de Brenno Tardelli na CartaCapital, após o ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro ter sido pego pelo Coaf por ter movimentado R$ 1,2 milhão em transações suspeitas, só no ano de 2016

Tardelli: no Mensalão, o mero saque de dinheiro levou deputado à prisão
Tardelli: no Mensalão, o mero saque de dinheiro levou deputado à prisão (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Jornal GGN - O "mero saque de dinheiro" levou à condenação e prisão o então deputado e presidente da Câmara João Paulo Cunha, no processo conhecido como Mensalão. É o que lembra artigo de Brenno Tardelli na CartaCapital, após o ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro ter sido pego pelo Coaf por ter movimentado R$ 1,2 milhão em transações suspeitas, só no ano de 2016.

Desde que o assunto foi revelado pelo Estadão, a família Bolsonaro só veio a público para dizer que conhece o ex-assessor (motorista e segurança) Fabrício Queiroz há mais de uma década e que o pivô do caso Coaf irá se explicar ao Ministério Público, quando convocado.

Leia na íntegra no GGN

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247