Taxas de assassinatos de jovens crescem 17% no Brasil; país é o mais homicida do mundo, diz estudo

As taxas de homicídios de jovens aumentaram 17% no Brasil, de 2005 a 2015. O documento ainda aponta que o Brasil é o país mais homicida do mundo. "Em um ano, o Brasil registra mais mortes do que a soma de todos os ataques terroristas de 1997 a 2018 ao redor do mundo"

247 - As taxas de homicídios de jovens aumentaram 17% no Brasil, de 2005 a 2015. Quase metade do total de assassinatos do País em 2018 (56 mil) corresponde à morte de homens negros, com idade entre 15 e 29 anos. Os dados são do estudo “Prevenção da violência juvenil no Brasil: uma análise do que funciona”, produzido pelo Instituto Igarapé com apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

De acordo com o relatório, as mortes violentas no Brasil têm se agravado na última década, com vítimas cada vez mais jovens. Desde os anos 1980, a idade média das vítimas de assassinatos caiu de 25 para 21 anos. Entre 2000 e 2010, a taxa de homicídios entre os jovens aumentou em 2,5%. Entre 2005 e 2015, o ritmo se acelerou e homicídios de jovens aumentaram mais de 17%.

O documento ainda aponta que o Brasil é o país mais homicida do mundo. "Em um ano, o Brasil registra mais mortes do que a soma de todos os ataques terroristas de 1997 a 2018 ao redor do mundo".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247