Técnica do Santos desabafa em vídeo com descaso da CBF

Emily Lima, técnica do Santos F.C., desabafou sobre o descaso da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em relação ao futebol feminino, em vídeo gravado na madrugada desta terça-feira (16) em que mostra jogadoras do clube dormindo na recepção de um hotel em Manaus

Emily Lima, técnica do time feminino do Santos Futebol Clube.
Emily Lima, técnica do time feminino do Santos Futebol Clube. (Foto: Reprodução Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Emily Lima, técnica do Santos F.C., desabafou sobre o descaso da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em relação ao futebol feminino, em vídeo gravado na madrugada desta terça-feira (16) em que mostra jogadoras do clube dormindo na recepção de um hotel em Manaus.

"Essa é a organização do nosso futebol para mulheres no Brasil. Saímos de Santos às 3 horas da tarde, e a senhora CBF e a senhora Pallas, que é a empresa que faz toda a nossa logística de viagem (...), mandaram a gente num voo hoje, picado com escala em Brasília, e a gente chegou no hotel e não tem vaga para nós. Então nós vamos dormir aqui hoje na recepção do hotel. Esse é o respeito que as pessoas têm com o futebol feminino no Brasil (...). Eu ainda tenho que tomar cuidado com o que eu falo (...), mas essa é a realidade do futebol brasileiro para mulheres no nosso país", desabafa a técnica.

Em nota, a CBF disse que “A delegação do Santos desembarcou em Manaus às 23h10 desta segunda-feira (15) para o jogo contra o Iranduba pelo Brasileiro Feminino A-1, marcado para 20h desta quarta (17), na Arena da Amazônia. Assim que chegou ao hotel designado (0h05 de terça), foi informada que o check-in só poderia ser feito no início da manhã. Um agente de viagens local, parceiro da CBF, resolveu o problema e conseguiu outro hotel, para onde a equipe seguiu 50 minutos depois (0h55). A confederação lamenta o episódio e está cuidando para que não seja repetido."

A técnica do Santos, porém, conta uma versão um pouco diferente sobre o "agente de viagens local, parceiro da CBF", que resolveu o problema do Santos.

Segundo Emilly, foi um gerente "que se sensibilizou com a nossa chegada lá e acabou fazendo uma correria nos hoteis aqui perto".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247