Temer aceita indicação do PP para o comando da Caixa

Michel Temer decidiu acelerar a redistribuição de cargos no primeiro escalão de seu governo e fechou a equação que envolvia a indicação da cúpula do PP do deslocamento do atual presidente da Caixa, Gilberto Occhi, para o Ministério da Saúde; Temer aceitou a ascensão do vice-presidente de Habitação, Nelson Antonio de Souza, ao comando do banco. Com isso, viabilizou a nomeação de Occhi na Saúde

Temer aceita indicação do PP para o comando da Caixa
Temer aceita indicação do PP para o comando da Caixa (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Desgastado politicamente pela repercussão da operação Skala,  Michel Temer decidiu acelerar a redistribuição de cargos no primeiro escalão de seu governo.

Neste sábado (31), o emedebista fechou a equação que envolvia a indicação da cúpula do PP do deslocamento do atual presidente da Caixa, Gilberto Occhi, para o Ministério da Saúde.

Temer aceitou a ascensão do vice-presidente de Habitação, Nelson Antonio de Souza, ao comando do banco. Com isso, viabilizou a nomeação de Occhi na Saúde.

Temer havia dito que só bateria o martelo sobre a troca na Caixa na segunda-feira (2). Agora, decidiu encerrar o assunto. Occhi deve tomar posse na segunda, às 10h.

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247