Temer admite que tramitação da reforma da Previdência será difícil

Michel Temer admitiu, que a tramitação da reforma da Previdência não será tranquila, mas será amplamente discutida pelo Congresso; "Vamos fazer uma coisa absorvível, que o povo possa absorver, que os políticos possam absorver", disse ; ele acrescentou que a reforma da Previdência vai "igualar a todos", incluindo as aposentadorias do setor público e privado e dos políticos 

Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 22/09/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino
Presidente Michel Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília 22/09/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O presidente Michel Temer admitiu, nesta quarta-feira, em entrevista a uma rádio de Minas Gerais, que a tramitação da reforma da Previdência não será tranquila, mas será amplamente discutida pelo Congresso.

"Vamos fazer uma coisa absorvível, que o povo possa absorver, que os políticos possam absorver", disse Temer, acrescentando que a reforma da Previdência vai "igualar a todos", incluindo as aposentadorias do setor público e privado e dos politicos.

(Por Lisandra Paraguassu)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247