Temer comemora retirada de direitos trabalhistas e leva chineladas nas redes

No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de "modernização trabalhista"; reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira; confira reações

No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de "modernização trabalhista"; reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira; confira reações
No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de "modernização trabalhista"; reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira; confira reações (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No dia em que a reforma trabalhista entrou em vigor no País, Michel Temer foi às redes sociais e chamou a medida de retira dezenas de direitos dos trabalhadores de "modernização trabalhista". 

"Bom dia! Hoje o Brasil entra em uma nova era. A #ModernizaçãoTrabalhista adequa as regras aos novos tempos, aos trabalhadores modernos. Nenhum direito a menos e muitos empregos a mais. #JuntosFazemos", escreveu Temer em sua conta no Twitter.

As reações imediatas foram uma chuva de críticas ao peemedebista que é aprovado por apenas 3% da população brasileira.  

Confira algumas reações de seguidores:

 

 

 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247