Temer, Doria e Meirelles vão 'vender o novo Brasil' em Davos

Em meio ao cenário de crise que acomete o País, Michel Temer, o prefeito de São Paulo, João Doria, e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vão na próxima semana ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, 'vender o Brasil'; a organização do evento destaca que o País está em ano eleitoral; "Quais são os principais conquistas atuais e qual visão têm líderes regionais e globais para o Brasil no futuro?", questiona a entidade

29/05/2017) (São Paulo - SP Brasil Presidente Michel Temer, Governador Geraldo Alckmim , João Doria e Henrique Meirelles no Jantado Fórum de Investimentos Brasil 2017. Foto: Marcos Corrêa/PR
29/05/2017) (São Paulo - SP Brasil Presidente Michel Temer, Governador Geraldo Alckmim , João Doria e Henrique Meirelles no Jantado Fórum de Investimentos Brasil 2017. Foto: Marcos Corrêa/PR (Foto: Romulo Faro)

247 - Mergulhado numa crise sem precedentes, o Brasil chega na próxima semana com sua maior delegação à cidade de Davos, na Suíça, em busca de investidores com o argumento de que existe uma retomada da economia.

Na programação, o Fórum Econômico Mundial colocou na agenda o debate: "Moldando a nova narrativa do Brasil". No dia 24 de janeiro, mesma data do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre (RS), Michel Temer apresenta sua agenda para 2018 em defesa da necessidade de reformas, de acordo com o jornal O Estado de São Paulo.

O debate contará ainda com o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), com Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco, Candido Botelho Bracher, CEO do Itaú Unibanco, e Paul Bulcke, CEO da Nestlé.

"Brasil é um dos seis países latino-americanos realizando eleições presidenciais em 2018", indica Davos, em seu programa. "Quais são os principais conquistas atuais e qual visão têm líderes regionais e globais para o Brasil no futuro?", questiona a entidade. Davos destaca que, em março, o evento regional do Fórum será sediado em São Paulo, com o título: "A América Latina em um momento de virada"

Temer ainda terá a ocasião de falar para os empresários internacionais na manhã do dia 24, inclusive respondendo a perguntas. Cuidadosamente agendada, o debate ocorre pela manhã, antes do julgamento de Lula, no Brasil. Essa será a primeira vez em quatro anos que um chefe de Estado brasileiro falará em Davos para a elite econômica mundial.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247