Terras indígenas na Amazônia têm maior número de queimadas desde 2011

O número de focos registrados pelo Inpe em terras indígenas nos nove primeiros meses deste ano chegou a 5.242, o que representa a maior quantidade desde 2011 e o dobro da verificada no ano passado

(Foto: ABr | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O número de focos registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em terras indígenas nos nove primeiros meses deste ano chegou a 5.242, o que representa a maior quantidade desde 2011, quando houve 2.680 foco, e o dobro da verificada no ano passado (2.544 ).

O recorde da década ocorreu em 2010, com 7.451 pontos de queimadas em áreas indígenas.

O desmatamento acelerado no Brasil tem causa má repercussão no exterior. Por conta da destruição acelarada da Amazônia, a Alemanha anunciou a suspensão de quase R$ 155 milhões destinados a projetos de preservação ambiental no Brasil e a Noruega anunciou o bloqueio de cerca de R$ 133 milhões, destinados ao Fundo Amazônia.

Nações europeais também ameaçam boicotar os produtos brasileiros. Ambientalistas cobram que as maiores redes de fast food do Reino Unido, por exemplo, boicotem a soja exportada pelo Brasil (veja aqui).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247