Toffoli muda voto e Supremo estende imunidade de prisão a deputados estaduais

Com a mudança do voto do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, a Corte estendeu a possibilidade de imunidade de prisão a deputados estaduais; de acordo com o Supremo, as assembleias estaduais podem reverter ordem de prisão preventiva dada pelo Judiciário contra parlamentares estaduais

Toffoli muda voto e Supremo estende imunidade de prisão a deputados estaduais
Toffoli muda voto e Supremo estende imunidade de prisão a deputados estaduais (Foto: Marcelo Camargo - ABR)

247 - Com a mudança do voto do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, nesta quarta-feira (8), a Corte estendeu a possibilidade de imunidade de prisão a deputados estaduais. De acordo com o Supremo, as assembleias estaduais podem reverter ordem de prisão preventiva dada pelo Judiciário contra parlamentares estaduais.

Também votaram a favor de assembleias revogarem prisões os ministros, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski, Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Celso de Mello.

 Votaram contra a medida os ministros Luiz Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Cármen Lúcia.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247