TSE pede explicações à coligação de Lula sobre irregularidades em gastos de campanha

Vice-presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, deu prazo de três dias para que o presidente eleito Lula e seu vice, Geraldo Alckmin, esclareçam as supostas irregularidades

www.brasil247.com - Ricardo Lewandowski e Luiz Inácio Lula da Silva
Ricardo Lewandowski e Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: ABr | Ricardo Stuckert)


Conjur - O vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Ricardo Lewandowski, deu prazo de três dias para que o presidente eleito Lula e seu vice, Geraldo Alckmin, apresentem esclarecimentos sobre irregularidades encontradas nas contas da campanha.

As inconsistências foram encontradas pela Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias. No relatório apresentado ao ministro Ricardo Lewandowski foram encontradas duplicidades e gastos com passagens aéreas no montante de R$ 24 mil e de hospedagens no total de R$ 3,8 mil. 

"Foram realizadas despesas com transporte e deslocamento para as quais se constatou o pagamento de passagens na mesma data, para o mesmo passageiro, em trechos incompatíveis, caracterizando o pagamento de despesas em duplicidade", diz um trecho do relatório. 

Os auditores do TSE também questionam o pagamento de R$ 70 mil para divulgar uma publicação contra Jair Bolsonaro nas redes sociais. A  Justiça Eleitoral veta o impulsionamento de propagandas contra adversários. Outro ponto questionado é o gasto de R$ 121 mil com impulsionamento de publicidade no Facebook. 

Questionada pelo Estado de S.Paulo, a campanha de Lula informou que irá enviar a documentação solicitada dentro do prazo. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247