UNE anuncia 170 universidades ocupadas contra a PEC 55 (antiga 241)

A União Nacional dos Estudantes (UNE) diz que já são 170 universidades ocupadas em todo o país contra a PEC 55 (antiga 241), que congela investimentos na saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos; para a UNE, este movimento [de ocupação das universidades] é claramente legítimo ao sair em defesa intransigente da educação pública, gratuita, de qualidade e inclusiva; além de instituições públicas, a PUCMG, que é privada, também foi ocupada esta semana

A União Nacional dos Estudantes (UNE) diz que já são 170 universidades ocupadas em todo o país contra a PEC 55 (antiga 241), que congela investimentos na saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos; para a UNE, este movimento [de ocupação das universidades] é claramente legítimo ao sair em defesa intransigente da educação pública, gratuita, de qualidade e inclusiva; além de instituições públicas, a PUCMG, que é privada, também foi ocupada esta semana
A União Nacional dos Estudantes (UNE) diz que já são 170 universidades ocupadas em todo o país contra a PEC 55 (antiga 241), que congela investimentos na saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos; para a UNE, este movimento [de ocupação das universidades] é claramente legítimo ao sair em defesa intransigente da educação pública, gratuita, de qualidade e inclusiva; além de instituições públicas, a PUCMG, que é privada, também foi ocupada esta semana (Foto: Romulo Faro)

Blog do Esmael Morais - A União Nacional dos Estudantes diz que já são 170 universidades ocupadas em todo o país contra a PEC 55 (antiga 241), que congela investimentos na saúde, educação e assistência social pelos próximos 20 anos.

Para a UNE, este movimento [de ocupação das universidades] é claramente legítimo ao sair em defesa intransigente da educação pública, gratuita, de qualidade e inclusiva.

Além de instituições públicas, a PUCMG, que é privada, também foi ocupada esta semana.

A PEC 55 (antiga 241) tramita na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE), que é presidido pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Portanto, as mobilizações estudantis dão gás aos parlamentares contrários a essa "PEC do Fim do Mundo".

Os estudantes secundaristas também ocupam mais de 1,2 mil escolas da rede pública em todo o Brasil. A luta deles é contra a PEC 55 e a MP 746 (que reforma o ensino médio).

De acordo com a UNE e UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) continua subindo o número de escolas e universidades ocupadas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247