União Brasil pode rachar com candidatura do ex-juiz parcial Moro

Ala do partido não aceita apoio ao ex-juiz condenado por parcialidade pelo STF

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O ex-juiz suspeito Sergio Moro, condenado por parcialidade pelo Supremo Tribunal Federal e apontado pelo Dieese como responsável pela destruição de 5,5 milhões de empregos, provocou uma crise na União Brasil. "Ainda engatinhando, a União Brasil arrisca rachar internamente a respeito da escolha de um candidato presidencial para 2022. Enquanto uma ala pressiona para apoiar Sergio Moro (Podemos), outra acompanha as prévias do PSDB e torce pela derrota de Eduardo Leite, com o objetivo de atraí-lo para a sigla que une DEM e PSL. Esse grupo não quer o ex-juiz na cabeça da chapa de modo algum, mas aceitaria vê-lo como vice do governador do Rio Grande do Sul", aponta a coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email