Valor lista FHC, Jereissati e Jobim como nomes de uma eleição indireta

Já em clima de sucessão presidencial, o jornal Valor Econômico lista o que considera três nomes fortes para assumir a Presidência após a queda de Michel Temer; o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-ministro Nelson Jobim e o senador Tasso Jereissati; "O nome escolhido para atravessar a pinguela, expressão usada pelo ex-presidente para definir o mandato iniciado a partir do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, não terá como atender de maneira equitativa o Congresso, o mercado e a população se as expectativas forem, respectivamente, frear a Lava-Jato, aprovar a reforma da Previdência e gerar empregos", diz o periódico

Já em clima de sucessão presidencial, o jornal Valor Econômico lista o que considera três nomes fortes para assumir a Presidência após a queda de Michel Temer; o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-ministro Nelson Jobim e o senador Tasso Jereissati; "O nome escolhido para atravessar a pinguela, expressão usada pelo ex-presidente para definir o mandato iniciado a partir do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, não terá como atender de maneira equitativa o Congresso, o mercado e a população se as expectativas forem, respectivamente, frear a Lava-Jato, aprovar a reforma da Previdência e gerar empregos", diz o periódico
Já em clima de sucessão presidencial, o jornal Valor Econômico lista o que considera três nomes fortes para assumir a Presidência após a queda de Michel Temer; o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-ministro Nelson Jobim e o senador Tasso Jereissati; "O nome escolhido para atravessar a pinguela, expressão usada pelo ex-presidente para definir o mandato iniciado a partir do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, não terá como atender de maneira equitativa o Congresso, o mercado e a população se as expectativas forem, respectivamente, frear a Lava-Jato, aprovar a reforma da Previdência e gerar empregos", diz o periódico (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O jornal Valor Econômico lista o que considera três nomes fortes para assumir a Presidência após a queda de Michel Temer: o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-ministro Nelson Jobim e o senador Tasso Jereissati.

"O nome escolhido para atravessar a pinguela, expressão usada pelo ex-presidente para definir o mandato iniciado a partir do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, não terá como atender de maneira equitativa o Congresso, o mercado e a população se as expectativas forem, respectivamente, frear a Lava-Jato, aprovar a reforma da Previdência e gerar empregos", diz o jornal.

"A seus interlocutores, FHC tem dito que o nome para cumprir a transição não pode ter ambições em relação à sucessão presidencial de 2018. A quem sugere seu próprio nome para conduzir o país sobre a pinguela - ele não nega que a convocação seja frequente -, o ex-presidente enumera as dificuldades impostas pela idade (85 anos) e as resistências da família para que aceite a missão. Os dois nomes que vê como mais condições para assumir a tarefa são os do ex-ministro Nelson Jobim e do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247