Vanessa Grazziotin: Temer quer destruir a Zona Franca

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) criticou o governo Michel Temer, acusando o emedebista de tentar destruir a Zona Franca de Manaus; "Nunca o meu Estado sofreu tantos ataques, por parte do presidente da República, como agora. Um absurdo!", disse; governo quer diminuir benefícios tributários para empresas na ZFM

Vanessa Grazziotin: Temer quer destruir a Zona Franca
Vanessa Grazziotin: Temer quer destruir a Zona Franca (Foto: Esq.: Waldemir Barreto - Ag. Senado / Dir.: Marcelo Camargo - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) criticou o governo Michel Temer, acusando o emedebista de tentar destruir a Zona Franca de Manaus (ZFM).

"Nunca o meu Estado sofreu tantos ataques, por parte do presidente da República, como agora. Um absurdo! Em vez de garantir os 100 mil empregos que o modelo gera no AM e os direitos constitucionais que resguardam a ZFM, que é responsável por manter 97% da floresta amazônica em pé, ele quer destruir tudo", escreveu a parlamentar no Twitter.

"Destruir a economia do Amazonas para depois privatizar a Amazônia. Tentar entregar os maiores patrimônios brasileiros para grupos estrangeiros será um dos seus legados. Não vamos permitir! Vai ter luta!", complementou.

O governo pretende ir ao Supremo Tribunal Federal, após o Senado vetar um decreto presidencial que diminuiria os benefícios fiscais para as empresas de concentrados de refrigerantes do estado do Amazonas.

Temer assinou um decreto que reduz de 20% para 4% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os concentrados de bebidas não alcoólicas. O governo argumenta que a medida poderá gerar R$ 1,78 bilhão na arrecadação de 2019.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247