Vaza Jato foi bem mais ampla e muito bem planejada, dizem PF e MPF

De acordo com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, entre os alvos, estiveram integrantes das forças-tarefas de ao menos quatro estados (Rio, São Paulo, Paraná e Distrito Federal), delegados federais de São Paulo, magistrados do Rio e de Curitiba, além de um jornalista do Globo

Vaza Jato foi bem mais ampla e muito bem planejada, dizem PF e MPF
Vaza Jato foi bem mais ampla e muito bem planejada, dizem PF e MPF (Foto: Eduardo Matysiak)

247 - A Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) têm indícios de que o vazamento que expôs mensagens do ex-juiz Sergio Moro e de procuradores da Lava Jato foi muito bem planejado e teve alcance bem mais amplo do que se sabe até agora, informa reportagem do Globo, que atribui a coleta de dados a um "ataque hacker".

Entre os alvos, estiveram integrantes das forças-tarefas de ao menos quatro estados (Rio, São Paulo, Paraná e Distrito Federal), delegados federais de São Paulo, magistrados do Rio e de Curitiba (Gabriela Hardt entre eles), além de um jornalista do Globo, Gabriel Mascarenhas.

A Polícia Federal investiga o caso com duas turmas de agentes e delegados, em quatro cidades. A Procuradoria-Geral da República também abriu um procedimento para acompanhar o trabalho da polícia. Segundo a cúpula da PF, a apuração desse tipo de crime é tida como complexa, e o prazo para conclusão das investigações será longo.

O grupo Globo tem tratado a obtenção das informações publicadas pelo The Intercept como "esquema criminoso" e diz que "entre os alvos prevalece a ideia de que as invasões são uma ação orquestrada contra a Lava-Jato".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247