'Vergonhoso', diz Marina sobre decisões de Boslonaro para a área ambiental

Ex-ministra do Meio Ambiente e candidata derrotada à Presidência, Marina Silva (Rede) disse no Twitter que as recentes decisões anunciadas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) colocarão o país em um "nível de irrelevância internacional" em relação a agenda ambienta; "Bolsonaro decidiu que o Brasil não vai sediar a COP25, apesar do seu chefe da Casa Civil dizer que teria sido o Itamaraty. Essa decisão e a defesa equivocada da saída do Acordo de Paris levará o país à irrelevância internacional nessa agenda. É mais do que constrangedor, é vergonhoso", postou

'Vergonhoso', diz Marina sobre decisões de Boslonaro para a área ambiental
'Vergonhoso', diz Marina sobre decisões de Boslonaro para a área ambiental (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - Para a ex-ministra do Meio Ambiente e candidata derrotada à Presidência da República, Marina Silva (Rede), a decisão anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) de que o Brasil não irá mais sediar a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP 25, colocará o país em um "nível de irrelevância internacional" em relação a agenda ambiental,

"Bolsonaro decidiu que o Brasil não vai sediar a COP25, apesar do seu chefe da Casa Civil dizer que teria sido o Itamaraty. Essa decisão e a defesa equivocada da saída do Acordo de Paris levará o país à irrelevância internacional nessa agenda. É mais do que constrangedor, é vergonhoso", postou Marina em sua conta no Twitter.

Veja a postagem de Marina Silva sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247