Vila Mamona vence Carnaval 2017

No Carnaval de Corumbá, uma cidade a 419km de Campo Grande, a escola Unidos de Vila Mamona venceu pela 10ª vez com o tema: “O jogo já começou: a Vila se lança para a sorte”

jogo, cassino
jogo, cassino (Foto: Leonardo Attuch)

Desde há já muitos anos que o Carnaval tem uma dimensão gigantesca aqui no Brasil. É a festa, é o turismo, são as marcas e todo um país com mais de 200 milhões de habitantes festejando uma e a mesma coisa.

Mas mais do que a festa, os desfiles de Carnaval, um pouco por todo o Brasil, são o epicentro das festas com investimentos milionários nas escolas para ver qual leva o prestigiante primeiro prêmio. No Carnaval de Corumbá, uma cidade a 419km de Campo Grande, a escola Unidos de Vila Mamona venceu pela 10ª vez com o tema: “O jogo já começou: a Vila se lança para a sorte”. No final, a escola somou um total de 159,4 pontos, dois décimos mais que a segunda colocada Mocidade Independente de Nova Corumbá, que abordou o tema de várias profissões. A escola da Mocidade desfilou em 4º lugar e logo seguida da vencedora, pelo que esse foi o grande momento de todo o Carnaval de Corumbá.

Esse título ganha mais importância porque a escola da Vila Mamona já vinha em 5 anos sem o conquistar e contou com 12 alas, 4 carros alegóricos e mais de 850 participantes. No desfile a escola passeou as superstições que envolvem os temas de baralho, tarô, ciganos e claro, todos os jogos que precisam de sorte. Como a sorte é um tema muito controverso e, os jogos de cartas de sorte ou azar são um assunto algo tabu aqui no Brasil, esse foi um tema corajoso e que acabou por dar frutos.

A sorte por si só é um pouco indefinida para a maioria das pessoas que tendem a acreditar em algo supersticioso ou fora do seu controle para a ter. Mas a verdade é que a sorte se procura e é fruto do talento e oportunidade, uma vez que, é certo que a sorte aparece muito mais a quem trabalha para ela. Foi esse o caso do desfile da Vila Mamona, procurando sua sorte com esse tema, acabaram conseguindo seu objetivo.

Claro que podem existir outros fatores ou dados que influenciem a perceção de sorte, mas a verdade é que mesmo para ganhar na lotaria é necessário arriscar. Não calha a todos que arriscam como é óbvio, mas a nível pessoal ou profissional, a sorte tende a acontecer mais quando as pessoas trabalham para isso.

Resumindo, num tema complexo e de várias interpretações, a escola vencedora acabou arriscando e procurando sua sorte, falando sobre esse mesmo tema, depois de 5 anos sem vencer o Carnaval e no final a sorte lhe sorriu, dando uma lição de como se procura a sorte e de que é mais fruto do trabalho do que propriamente de algo externo. Para que a sorte aconteça, muitas vezes é necessário fazer várias tentativas e falhar diversas vezes, mas as pessoas tendem a falar apenas da sorte quando ela acontece, fruto desse trabalho que deixa de ser valorizado até então. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247