Vítimas da ditadura pedem demissão de Enzo Peri

Texto pede à presidente Dilma Rousseff a demissão do general Enzo Peri, comandante do Exército, por “zombar do ordenamento jurídico e da luta por memória, verdade e justiça”; abaixo-assinado já teve a adesão de entidades como o Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro e de mais 30 vítimas da ditadura e familiares 

Texto pede à presidente Dilma Rousseff a demissão do general Enzo Peri, comandante do Exército, por “zombar do ordenamento jurídico e da luta por memória, verdade e justiça”; abaixo-assinado já teve a adesão de entidades como o Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro e de mais 30 vítimas da ditadura e familiares 
Texto pede à presidente Dilma Rousseff a demissão do general Enzo Peri, comandante do Exército, por “zombar do ordenamento jurídico e da luta por memória, verdade e justiça”; abaixo-assinado já teve a adesão de entidades como o Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro e de mais 30 vítimas da ditadura e familiares  (Foto: Roberta Namour)

247 – Uma petição que pede à presidente Dilma Rousseff a demissão do general Enzo Peri, comandante do Exército, já teve a adesão de entidades como o Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro e de mais 30 vítimas da ditadura e familiares.

O assessor da Presidência na gestão de Lula, o escritor Bernardo Kucinski faz parte do abaixo-assinado.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, o texto afirma que o militar, que proibiu subordinados de dar informações sobre crimes nas dependências da corporação no período, “zomba do ordenamento jurídico e da luta por memória, verdade e justiça”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247