Wadih: MP se comporta como um gatinho dócil com clã Bolsonaro

Deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) denunciou a conduta do Judiciário, após o senador eleito Flávio Bolsonaro não comparecer ao MP para prestar depoimento obre o caso de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, que teve movimentações financeiras escusas identificadas em relatório do Coaf; "Com os Bolsonaros o MP se comporta como um dócil gatinho", critica 

Wadih: MP se comporta como um gatinho dócil com clã Bolsonaro
Wadih: MP se comporta como um gatinho dócil com clã Bolsonaro

247 - O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), ex-presidente da OAB-RJ, usou sua conta no Twitter para expor a conduta do Judiciário brasileiro. Nesta quinta-feira (10), o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) não compareceu para prestar depoimento ao MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro). Ele foi convidado para falar sobre o caso de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, que teve movimentações financeiras escusas identificadas em relatório do Coaf. 

"Com os Bolsonaros o MP se comporta como um dócil gatinho. O clã e seus comparsas dizem que não vão depor e fica por isso mesmo.. A turma de Curitiba e seus pares só bancam os valentões com o PT e sob as ordens da Globo", denunciou Damous. 

 

Para além da ausência de Flávio, até o momento, nem Queiroz ou sua família também prestaram depoimento. Queiroz está internado no hospital de alta classe Albert Einstein, onde supostamente se cura de um câncer. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247