Weintraub compara Moro a compositor alemão preferido de Hitler: “as músicas são esplêndidas, mas ele era um monstro”

"Não confunda o autor com sua obra. As músicas de Wagner são esplêndidas. Ele como pessoa era um monstro", afirmou o ministro Abraham Weintraub ao bajular Jair Bolsonaro

Ministro fez vários posts no Twitter para defender Jair Bolsonaro, cada vez mais isolado politicamente
Ministro fez vários posts no Twitter para defender Jair Bolsonaro, cada vez mais isolado politicamente (Foto: Marcos Correa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, resolveu defender Jair Bolsonaro e comparou o agora ex-ministro da Justiça Sérgio Moro ao compositor alemão Richard Wagner, o preferido do ex-ditador Adolf Hitler. 

"Não confunda o autor com sua obra. As músicas de Wagner são esplêndidas. Ele como pessoa era um monstro. Há jogadores de futebol que calados são poetas. Quando abrem a boca... A Lava a Jato salvou o Brasil. Moro agora errou na essência e na forma. A obra fica, as pessoas passam", escreveu o titular da pasta no Twitter.

"Dia cansativo. Longe de ter digerido tudo. Porém, além da decepção em relação ao Sérgio Moro, vou falar o óbvio: estou #FechadoComBolsonaro", complementou. 


A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247