Wyllys compara Ciro a Bolsonaro e dispara: "oportunista, machista e inseguro"

O ex-deputado Jean Wyllys criticou Ciro Gomes, que recentemente disparou ataques à filosofa Marcia Tiburi. Em sua visão, Ciro é um "oportunista, machista e inseguro". Wyllys também o comparou a Bolsonaro

(Foto: Câmara dos Deputados | Reuters)

247 - Em sua coluna no Portal UOL, o ex-deputado Jean Wyllys critica Ciro Gomes, que recentemente disparou ataques à filosofa Marcia Tiburi. 

"Ciro Gomes está com a libido retida naquela que Freud chama de “fase anal” do desenvolvimento psicossocial. Contém (nos dois sentidos desta palavra) uma misoginia que, todavia, foge do controle. Sua tentativa de desqualificar a filósofa Márcia Tiburi –que foi candidata ao governo do Rio de Janeiro pelo PT nas últimas eleições– por meio de uma referência que esta faz ao cu em uma de suas muitas falas disponíveis na internet, essa tentativa de desqualificação falso-moralista é mais que uma grosseria típica de um machista inseguro diante do brilhantismo intelectual de uma mulher."

"Trata-se de um sintoma: os machos-adultos-brancos-sempre-no-comando estão neuróticos (no caso de alguns, psicóticos) com as conquistas de espaços de poder por parte das mulheres em geral, de LGBTs e de negros.  Em que pesem as enormes diferenças entre Bolsonaro e Ciro Gomes, sobretudo o verniz de “homem ilustrado” que o domínio dos conceitos de economia conferem a este último, a verdade é que ambos têm, em comum, essa ansiedade sexual diante do arruinamento do patriarcado sexista e heteronormativo."

"Ciro Gomes me permite levantar duas hipóteses que não se excluem entre si, complementam-se: 1) A primeira é a de que, sabendo que Márcia Tiburi, Manuela D’Ávila, Maria do Rosário, Érica Kokay e eu fomos transformados, por meio de calúnias, deturpações e notícias mentirosas, em inimigos da “moral e dos bons costumes” da comunidade evangélica neopentecostal, terreno do bolsonarismo. Sabendo disso, Ciro Gomes usou Márcia Tiburi, de propósito, para “abrir diálogo” com esse setor conservador e anti-intelectual da sociedade brasileira; ou seja, ele está sendo oportunista e falso-moralista com o objetivo de ampliar seu eleitorado usando a filósofa como escada. Nesse sentido, já-já ele estará fazendo referências negativas a mim também."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247