Alemanha abre negociações com a Rússia para compra da Sputnik V

Nesta quarta-feira (8), foi relatado que as autoridades do estado alemão da Baviera prepararam um contrato preliminar com uma empresa local para importar a Sputnik V assim que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovar o imunizante russo

(Foto: Sputnik/Mikhail Allaeddin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RDIF, na sigla em russo) e representantes do governo alemão começaram a estudar a possibilidade de a Alemanha adquirir a vacina russa Sputnik V.

A conta oficial do imunizante no Twitter compartilhou a informação nesta quinta-feira (8). "Urgente: O Fundo Russo de Investimentos Diretos iniciou discussões com representantes do governo da Alemanha sobre a aquisição antecipada da vacina Sputnik V para a Alemanha", a fabricante. 


Nesta quarta-feira (8), foi relatado que as autoridades do estado alemão da Baviera prepararam um contrato preliminar com uma empresa local para importar a Sputnik V assim que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovar o imunizante russo.

Além disso, o Ministro da Saúde regional, Klaus Holetschek, afirmou que a Baviera "chegou a um memorando de intenções com a RDIF."

No mesmo dia, a agência Reuters adiantou que a Alemanha deveria iniciar em breve negociações bilaterais com a Rússia para a aquisição da vacina.

Desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e promovido pelo RDIF, a vacina russa tornou-se o primeiro imunizante contra a COVID-19 registrado no mundo, em agosto de 2020.

De acordo com a análise de ensaios clínicos de fase três, publicada no jornal britânico The Lancet, a vacina tem uma taxa de eficácia de 91,6% contra a COVID-19.

Diversos países europeus já autorizaram o uso da vacina russa, como Hungria, Eslováquia, Sérvia, Montenegro e Macedônia do Norte.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email