Anvisa recebe pedido de uso emergencial de pílula contra Covid-19

Uso emergencial do Molnupiravir, pílula antiviral de via oral foi solicitado à Anvisa nesta sexta-feira (26)

www.brasil247.com - Foto de divulgação de pílula experimental contra Covid-19
Foto de divulgação de pílula experimental contra Covid-19 (Foto: Merck & Co Inc/Divulgação via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A farmacêutica estadunidense Merck Sharp & Dohme (MSD) solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o uso emergencial do medicamento Molnupiravir, pílula antiviral de via oral desenvolvida em parceria com a Ridgeback Biotherapeutics, que atua na prevenção da replicação do coronavírus e cujos testes  tem mostrado eficácia no tratamento da Covid-19.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o pedido foi apresentado nesta sexta-feira (26) e a Anvisa é a quinta agência regulatória do mundo a receber o pedido de uso emergencial da droga, que também já foi encaminhado para órgãos como a FDA (Estados Unidos), a EMA (União Europeia) e a Agência Japonesa de Produtos Farmacêuticos e Dispositivos Médicos. Neste mês, a pílula contra a COvid-19 teve o seu uso aprovado pela agência reguladora do Reino Unido e tornou-se o primeiro tratamento de via oral aprovado em nível mundial. 

Apesar dos testes não serem definitivos, a MSD afirma que resultados preliminares de um estudo de fase 3 apontaram que o remédio, quando utilizado no início da infecção, pode reduzir em até em 50% o risco de hospitalização ou morte dos pacientes com Covid-19.

PUBLICIDADE

Ainda segundo a reportagem, a companhia estaria mantendo "conversas avançadas" com a Fundação Oswaldo Cruz ( Fiocruz ) desde janeiro visando acertar um modelo de cooperação técnica por meio do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz).

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email