Anvisa será pressionada após Coronavac ser submetida à OMS

A expectativa é de que diversos imunizantes sejam aprovados pela OMS ao longo dos próximos meses. A aprovação do órgão deve colocar pressão sobre agências reguladoras nacionais

(Foto: Reuters | ANVISA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Sinovac, laboratório que desenvolve a CoronaVac em conjunto com o Instituto Butantan, deve apresentar o dossiê completo à OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre o imunizante na próxima semana, em ato que colocaria pressão sobre a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para aprovar seu uso em âmbito nacional. 

As informações são da coluna de Jamil Chade, no Uol.

A aprovação do imunizante chinês pelo órgão mundial não significa nenhum tipo de obrigação legal da Anvisa, mas a pressão internacional para seu uso deve aumentar com isso. 

Outra consideração importante levantada por Chade é a de que a aprovação permitiria que as alianças de vacina, como a Covax, pudessem comprar e distribuir a CoronaVac.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email